Acusado de matar companheira e incendiar casa tem prisão preventiva | TN Sul

0

A Justiça atendeu ao pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e decretou a prisão preventiva de um homem preso em flagrante acusado de assassinar a companheira, uma mulher de 41 anos, a golpe de faca, no Sul do estado nesta semana. Ele ainda tentou matar o enteado, que socorria a mãe, e, em seguida, ateou fogo na residência onde as vítimas moravam. A sequência de crimes ocorreu na tarde desta segunda-feira (25/9), em Sombrio. 

O pleito do MPSC foi aceito em uma audiência de custódia e o acusado já foi encaminhado ao sistema prisional, onde segue à disposição da Justiça. Ele foi autuado por homicídio qualificado por feminicídio, por tentativa de homicídio contra menor e por causar incêndio. As penas para os crimes – dois deles contra a vida, que são de competência do Tribunal do Júri – podem chegar a 40 anos de prisão.  

O Promotor de Justiça Juliano Bitencourt Pinter, titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Sombrio, agora aguarda a conclusão das investigações da Polícia Civil para o oferecimento da denúncia ao Poder Judiciário, que pode ensejar em mais delitos ou mesmo qualificadoras para os homicídios, consumado e tentado.  

O Promotor de Justiça solicitou, ainda, a realização de laudos periciais do local dos fatos, de exame cadavérico da vítima, de exame do instrumento do crime, de exame das lesões do menor, bem como a certificação dos antecedentes criminais do indiciado no Rio Grande do Sul, visando à celeridade do andamento processual. 

*Via MPSC

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.