CRIME abala o BBB 22; POLÍCIA pode agir a qualquer momento

Desde o início a 22° temporada do Big Brother Brasil vem causando muitas tretas e polêmicas e um destaque entre elas é a polêmica dos ataques que o agora ex participante Vyni vem sofrendo, principalmente após falas de outras sisters que foram atribuídas a ele.
O ex participante recebeu muitas ofensas e ataques em suas redes sociais, principalmente falas que atingiam diretamente a sua sexualidade, o que fez com que sua equipe intervisse em sua defesa.

Os administradores das contas oficiais de Vyni resolveram dar um passo maior e acionar o jurídico, tomando assim medidas judiciais e extrajudiciais. Veja abaixo o posicionamento da equipe de Vyni:
“Não é de hoje que a nossa equipe vem lidando com situações em que internautas ultrapassam limites e utilizam discursos de ódio contra a Vini. Já reforçamos diversas vezes: as pessoas não são obrigadas a gostar dele ou a se identificar com o jeito dele, ou ainda concordar com certas atitudes e comportamentos dele no jogo. Contudo, isso não pode dar vazão a criminosos que se escondem atrás de perfis falsos com o único intuito de despejar suas frustrações de forma exagerada”

Vyni possui quatro (4) milhões de seguidores no Instagram, sendo um dos brothers mais seguidos na casa. Porém alguns usuários ultrapassam os limites do aceitável, disseminando ódio contra Vyni, principalmente por conta de sua sexualidade e etnia.
Vinícius disputava pelo prêmio de R$ 1,5 milhões, ele vinha sofrendo ataques muito violentos desde polêmicas atribuídas a ele, o que fez com que sua equipe precisasse se pronunciar e se posicionar em defesa do ex brother diversas vezes e até mesmo acionar o jurídico. Os ataques se fortificaram principalmente após sua entrada no paredão, o que fez com que os haters ganhassem ainda mais palco para disseminar discursos xenofóbicos e homofóbicos.

Vyni foi o oitavo eliminado do programa, saindo com 55,87% dos votos num paredão que contou com mais de 78 milhões de votos.