Deputado federal é denunciado por violência doméstica em SP | TN Sul

0

O deputado federal e delegado de Polícia Carlos Alberto da Cunha (PP) está sendo investigado por violência doméstica em Santos, no litoral paulista. A esposa do suspeito registrou um boletim de ocorrência contra o marido na madrugada no domingo (15).

Betina Raísa Grusiecki Marques, de 28 anos, relatou no B.O., registrado no 3º Distrito Policial da cidade praiana, que foi agredida fisicamente pelo político na noite de sábado (14).

Ela afirmou à Polícia Civil que estava no apartamento do casal quando o delegado, que estava completando 46 anos, começou a discutir com a vítima após ter consumido bebidas alcoólicas, xingando-a e afirmando que a esposa “não serve para nada”.

O suspeito passou a bater a cabeça da mulher contra a parede e a enforcá-la, e então ela desmaiou. Após ter retomado a consciência, a vítima tentou se defender jogando um secador de cabelo da direção do deputado federal quando percebeu que ele estava novamente se aproximando.

Depois da tentativa de defesa, o parlamentar voltou a agredi-la, batendo sua cabeça novamente contra a parede e a ameaçando, e afirmou: “Vou encher de tiros a sua cabeça, vou te matar”.

Ainda de acordo com Betina, o delegado também ameaçou a mãe dela, dizendo que iria matá-la, quebrar os óculos da sogra e jogar cloro em suas roupas.

A vítima mora há três anos com Cunha. Também foi solicitada uma medida protetiva de urgência contra o suspeito.

Depois do registro do boletim, o político foi à delegacia, declarou que possui ciência do pedido restritivo e informou que se mudou definitivamente para a capital paulista com o objetivo de evitar novos conflitos com a vítima.

O deputado afirmou no documento que está disposto a pagar pelos eventuais danos materiais causados.

Em nota, a assessoria de Cunha negou que o parlamentar tenha agredido sua esposa e afirmou que em nenhum momento houve algum tipo de violência física. Leia a nota na íntegra: 

“O Deputado Delegado Da Cunha nega veementemente que tenha agredido sua companheira. Houve uma discussão, em meio à comemoração de seu aniversário, mas em nenhum momento ocorreu qualquer tipo de violência física de sua parte. Os fatos ficarão comprovados no decorrer do inquérito”.

*Via Portal R7

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.