Dica da Semana: “Doutor Gama”

0

por Kreitlon Pereira

colunavia@gmail.com

A História do Brasil é repleta de personagens que foram apagados dos livros escolares, mas que tiveram uma contribuição muito importante para a formação do país. Em sua maioria membros de minorias, essas pessoas recentemente têm tido suas trajetórias resgatadas por músicas, filmes, séries e movimentos sociais que confrontam esse processo de apagamento histórico, levando esses personagens para um público leigo e, até, influenciando as próprias escolas. Esse é o caso do filme dirigido por Jeferson De, “Doutor Gama”. O longa, lançado em 2021 e disponível na plataforma de streaming da GloboPlay, conta a história de um dos maiores abolicionistas do país.

Personalidade importante do Século XIX, Luís Gama é considerado o primeiro advogado negro do Brasil. Nascido livre pela condição de liberta de sua mãe, ele foi vendido como escravo por seu pai biológico – um senhor de engenho português – aos 10 anos de idade como uma forma de pagar dívidas de jogo. Apesar da sua escravização ser ilegal na época, Luís foi vendido e transportado duas vezes, tendo ido morar em São Paulo como um escravo doméstico. Lá, aprendeu a ler sozinho aos 17 anos de idade. Ainda jovem, conseguiu fugir da casa onde era escravizado e chegou até frequentar aulas de Direito, mas nunca se formou.

Depois de ter conseguido provar que o processo de sua venda havia sido ilegal, Luís Gama trabalhou como praça, tipógrafo e jornalista. Porém, uma das suas maiores contribuições para a luta abolicionista foi a sua atuação como rábula (advogado sem formação acadêmica), título que lhe permitia advogar na defesa de negros escravizados. Ao todo, Gama defendeu e libertou 217 escravizados, tornando-se uma referência na luta antirracista e abolicionista no país. O drama biográfico, de cerca de uma hora e meia de duração, conta a sua trajetória desde a infância até a vida adulta.

O post Dica da Semana: “Doutor Gama” apareceu primeiro em TN Sul | Portal de Notícias.

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.