El Niño virá com mais força na primavera, alerta Defesa Civil | TN Sul

0

Os meses de agosto, setembro e outubro, que marcam o fim do inverno e início da primavera, serão marcados pelas consequências do El Niño em Santa Catarina. Segundo a Defesa Civil, o fenômeno deve alcançar seu “pico máximo” no período e causar chuva intensa e ciclones extratropicais.

A previsão do tempo trimestral foi divulgada na sexta-feira (28) pela Epagri/Ciram e pela Defesa Civil.

Além de florida, a primavera catarinense será nublada e chuvosa, informou a Ciram. O órgão informou que o Estado terá uma escalada no volume de chuva, que pode chegar a 280 mm em outubro, acima da média para a época do ano.

No trimestre, a previsão é de chuva próximo do máximo da média climatológica. A chuva aumenta de forma gradual nos próximos meses, passando a ser mais frequente e com totais mais elevados na primavera. A estação será marcada pelo predomínio de nebulosidade em boa parte dos dias.

Acumulado de chuva previsto por região e mês
  • Oeste, Meio Oeste e Planalto
    Agosto: 110 a 190 mm
    Setembro: 150 a 210 mm
    Outubro: 210 a 280 mm
  • Vale do Itajaí e Litoral e demais regiões
    Agosto: 110 a 150 mm
    Setembro: 110 a 170 mm
    Outubro: 140 a 180 mm
El Niño vai intensificar ciclones extratropicais em SC, alerta Ciram

Conforme a Defesa Civil, a previsão de chuvas intensas é explica pelo El Niño, que terá uma uma intensidade gradual no passar dos meses de outubro, novembro e dezembro, até atingir seu pico máximo.

Segundo a Ciram, o fenômeno também deve intensificar a ocorrência de ciclones extratropicais em Santa Catarina no próximo trimestre.

A previsão aponta que o El Niño irá atuar com frequência entre o litoral da Argentina, Uruguai e Sul do Brasil e oferece perigo às embarcações, com ventos fortes e mar agitado, que muitas vezes resultam em ressaca.

Fim do inverno tem combo de veranico e neve

Mesmo no fim do inverno, o frio será curto e intercalado com períodos mais longos de calor em Santa Catarina, onde a temperatura pode se aproximar dos 30°C. De acordo com a Defesa Civil, as temperaturas devem ficar entre a média climatológica e acima dela.

Ainda assim, a Ciram destacou que os períodos curtos de frio podem trazer neve e geada ampla, principalmente na Serra Catarinense.

*Via ND+

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.