Formação de ciclogênese no Sul do pode causar eventos climáticos extremos | TN Sul

0

Conforme um alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), mais um processo de formação de um ciclone está previsto para ocorrer sobre a Região Sul do Brasil, um ciclogênese. Com isso, conforme o órgão, traz acumulados de chuvas até o meio da semana que ficam próximos dos 200 mm.

Conforme o meteorologista Piter Scheuer, o ciclone ficará atuando sobre o oceano, trazendo poucos riscos para o Estado. Segundo Scheuer, o ciclogênese trará acumulados significativos de chuvas, mas sem eventos extremos para Santa Catarina.

Ciclogênese traz chuvas, rajadas de vento e queda de granizo

No alerta do Inmet, o Estado do Rio Grande do Sul é o mais afetado, mas as chuvas e instabilidades vão avançando gradativamente para Santa Catarina, em especial, na região do Extremo-Oeste catarinense. Conforme a nota, além das tempestades severas, intensas rajadas de ventos e queda de granizo podem ocorrer.

Segundo a Defesa Civil, as temperaturas máximas superam  30°C em todo o Estado. Já no Litoral Sul, as máximas podem alcançar até 35°C.

Além disso, conforme a pasta, por conta da passagem da frente fria, as instabilidades se concentram de maneira mais intensa sobre o Rio Grande do Sul. Com o passar do dia, as instabilidades aliadas ao forte calor favorecem ocorrências de chuvas com trovoadas no Planalto Sul e Litoral Sul do Estado.

Calor antecede a chegada das chuvas em Santa Catarina

A terça-feira (12) é marcada pelo predomínio de sol e calor em todas as regiões do Estado. Contudo, conforme a Defesa Civil, essa condição antecede a passagem de uma frente fria que favorece a ocorrência de pancadas isoladas de chuva com trovoadas no Planalto Sul e Litoral Sul catarinense.

Um novo alerta emitido pela Defesa Civil, por volta das 9h30, revela que há condição para temporais isolados, com raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo nesta terça-feira. Conforme a pasta, as instabilidades começam na região Oeste do Estado podendo avançar para as áreas mais centrais de Santa Catarina.

Além disso, a Defesa Civil ressalta que o risco é moderado para ocorrências como destelhamentos, danos na rede elétrica, quedas de árvores e alagamentos nas áreas em amarelo conforme o mapa abaixo:

Novo alerta emitido pela Defesa Civil nesta terça-feira. – Foto: Defesa Civil/
Divulgação

No Estado, o Grande Oeste e parte do Planalto Sul seguem em observação para ocorrências meteorológicas. Já o restante do Estado o risco é baixo. O alerta tem início nesta terça-feira às 13h e se estende até às 3h desta quinta-feira (14).

Quarta-feira marcada pela chuva em Santa Catarina

Na quarta-feira (13), o dia já começa com condições para chuva e temporais nas áreas de divisa com o Rio Grande do Sul. Conforme a Defesa Civil, esses temporais se estendem na parte da tarde para o restante de Santa Catarina por conta da atuação da frente fria.

Quarta-feira com chuvas em todas as regiões de Santa Catarina. – Foto: Defesa Civil/Divulgação

Além dessa condição, a Defesa Civil ressalta que associados aos temporais podem ocorrer chuva intensa, rajadas fortes de vento e granizo, com risco moderado a alto para ocorrências relacionadas a destelhamentos, alagamentos e enxurradas no período.

Chuvas trazem riscos de enxurradas e deslizamentos na quinta-feira
Risco moderado a pontualmente alto para ocorrências associadas a alagamentos, enxurradas e deslizamentos – Foto: Defesa Civil/Reprodução

Na quinta-feira, a frente fria em Santa Catarina combinada com a formação de um sistema de baixa pressão no Litoral catarinense, mantém o tempo instável com chuva, sendo mais intensa e persistente do Centro ao Leste do Estado. Risco moderado a pontualmente alto para ocorrências associadas a alagamentos, enxurradas e deslizamentos para essas regiões.

Durante a sexta-feira (15), os sistemas se afastam para alto mar à medida que uma massa de ar seco avança para o estado. As temperaturas voltam a cair no Estado, sobretudo nas noites e madrugadas.

*Via ND+

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.