Garota de 19 anos entra em óbito após fazer amor com foguete no motel

O corpo humano é uma máquina perfeita, pois ela consegue se adaptar a várias condições diferentes, tantos internas como externas. Contudo, nem sempre isso ocorre. Mas de uma maneira geral, quando algo no ambiente muda, a parte de dentro do corpo também muda a fim de se adaptar. Mas há certas coisas que embora o corpo tente, é impossível.

Por exemplo, é impossível você enfiar algum copo que tenha um diâmetro duas vezes superior ao diâmetro da sua boca por exemplo. E tal regra serve para qualquer orifício do corpo humano. Mas às vezes as pessoas ler a palavra limite e nem ligam. E foi o caso desta garota, de 19 anos que acabou entrando em óbito por conta que não respeitou os limites do próprio corpo.

E começa a pergunta para todos, até qual ponto a pessoa vai lutar em prol de ter prazer? Será que vale a pena mesmo perder a vida com o propósito de ter um prazer momentâneo? sendo que a vida ainda teria muito tempo para ser vivida? Há quem diga que o prazer encontra-se nas coisas mais simples da vida.

INFELIZMENTE A JOVEM NÃO PENSOU DESTA MANEIRA

Mas infelizmente tal jovem de 19 anos não pensou desta maneira. E em um dia na qual ele resolveu ir até um motel, ela acabou tendo a brilhante ideia de fazer amor com um foguete. Exatamente, estes foguetes que são soltos em comemorações, chamados também de rojões.

A priori, a ideia parecia ótima, o que ela iria querer, né? Algo que tinha um formato cilíndrico e o seu diâmetro era bem grande, por sinal. O que ela não esperava era que o rojão seria ativado dentro do seu canal reprodutor principal. E infelizmente por conta de tal sinistro, ela acabou vindo a óbito. Não se sabe exatamente o que levou de fato ela perder a vida. Mas provavelmente, deve ter sido alguma hemorragia interna.

LEIA MAIS

+ Pai morre durante relação com a própria filha em motel de Manaus, veja o vídeo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *