Goleiro Bruno anuncia aposentadoria dos gramados e vira investidor

Com certeza todos conhecem o ex-goleiro Bruno. Por mais que a pessoa não seja amante do futebol, contudo, ele ficou bastante ‘conhecido’ no Brasil inteiro. Infelizmente, não pelas suas grandes defesas, mas sim, por conta que ele acabou tirando a vida da sua ex-companheira de maneira brutal. Em conjunto com outras pessoas.

Ele acabou sendo preso, por tal crime. E foi condenado a vários anos de prisão. Contudo, após cumprir uma parte, ele foi liberado para terminar de pagar em liberdade. Mesmo assim, ele não conseguiu manter uma constância dentro de campo mais. Até por conta que muitas pessoas quando souberam que ele iria atuar em um dado time, fizeram protesto contra o mesmo.

Ele cumpriu apenas 8, dos 22 anos que ele teria sido condenado. Mas agora, em um vídeo que o jogador compartilhou, ele ponderou que irá se dedicar apenas à carreira de investidor. Ele disse que seria um grande recomeço que ele teria na sua carreira, após tomar tal decisão. Usando seu Instagram, ele postou a hashtag #daytrader.

RECOMEÇO

No ano de 2019 ele tinha conseguido sair da prisão. No regime semiaberto domiciliar. Na ocasião ele foi até contratado por pequenas equipes de futebol. Mas agora, aos 36 anos de idade, ele exibiu um vídeo no qual ele aparece realizando trabalhos no computador e afirmou que o futebol ficou no passado.

“Futebol é coisa do passado, ficou no passado. Aposentei a luva. Parei. Deu para mim”, disse Bruno. Posteriormente, ele ponderou, que agora a parada seria de fato investimentos. Ou seja, ele não quer mais saber de futebol, a única coisa que ele quer é trabalhar com investimentos e ficar mais longe das grandes mídias. Já que o mesmo pretende deixar o seu passado para trás e construir uma nova dia, uma nova história. Bem longe dos gramados e de tudo de ruim que ele fez outrora.

LEIA MAIS

+ Amigas há quase 80 anos, idosas se mudam para mesma casa de repouso para ficarem juntas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *