Golpista de criptomoedas é condenado a mais de 11 mil anos de prisão | TN Sul

0

O fundador da plataforma de negociação de criptomoedas Thodex, que fugiu da Turquia com os ativos de seus clientes, foi condenado na noite de quinta-feira a 11.196 anos de prisão, informou a imprensa turca.

Dois irmãos de Faruk Fatih Özer, principal acusado, foram condenados à mesma pena pelo mesmo tribunal de Istambul, segundo a agência de notícias estatal turca Anadolu.

A Turquia é conhecida por aplicar penas de prisão exorbitantes, mais comuns desde que o país aboliu a pena de morte, em 2004, para favorecer seu ingresso na União Europeia.

O fundador da plataforma Thodex, procurado com aviso vermelho da Interpol, foi preso na Albânia em agosto de 2022, 16 meses depois de fugir da Turquia. Foi extraditado para a Turquia em abril passado.

As autoridades turcas acusaram Faruk Fatih Özer, de 29 anos, de fugir com US$ 2 bilhões (R$ 9,9 bilhões na cotação atual) em ativos pertencentes a quase 400 mil usuários.

A plataforma suspendeu sua atividade de um dia para o outro, após exibir uma mensagem misteriosa indicando que precisava de cinco dias para processar um investimento estrangeiro não especificado.

Thodex realizou uma grande campanha publicitária para atrair investidores, prometendo, entre outras coisas, doar veículos de luxo a alguns deles. A plataforma também fez descontos espetaculares no dogecoin, uma criptomoeda que nasceu como uma paródia, mas que ganhou valor graças ao interesse, entre outros, do bilionário Elon Musk, diretor da Tesla e do X (ex-Twitter).

*Via R7

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.