Homem come 135 pimentas da mais ardida do mundo, e bate recorde | TN Sul

0

O canadense Mike Jack parece um sujeito normal se notarmos apenas sua aparência. Mas mostrou recentemente que é capaz de coisas insanas, como comer 135 pimentas Carolina Reaper, variedade detentora do título de “pimenta mais ardida do mundo”.

O devorador não pareceu se intimidar com a especiaria, que pode ter de 1,64 milhão a 2,2 milhões de unidades de calor Scoville, que mede a picância de um alimento. Para ter uma ideia, a pimenta-malagueta tem de 50 mil a 100 mil unidades de calor.

Mike conquistou o recorde de menor tempo para comer 50 pimentas do tipo, o que completou em 6 min e 49,2s. O recordista ainda comeu outras 85 pimentas após bater a marca, para conseguir o segundo lugar da seleta League of Fire Reaper Challenge, que reúne os corajosos que conseguem a maior quantidade de pimentas do tipo de uma vez.

O norte-americano Ed Currie, criador de várias das pimentas mais fortes do mundo com métodos de cruzamento botânico, afirmou que devorar uma Carolina Reaper é “como comer lava derretida”.

Em entrevista ao site do Guinness, Mike afirmou que desenvolveu tolerância a pimentas fortes nas últimas duas décadas. Ainda assim, a sensação de comer a especiaria é devastadora.

“A primeira pimenta é a pior. O choque inicial é intenso. A segunda não parece tão ruim, mas fica cada vez mais picante à medida que as pimentas tocam novos lugares em sua boca”, afirmou Mike Jack.

Ainda assim, ele revela que sofre ainda mais quando a comida chega ao estômago. “Tenho cólicas fortes. Parece que alguém está apertando e torcendo minhas entranhas.”

Ele revelou também que não se sentiu tão mal dessa vez, por vomitar a maior parte das pimentas que comeu, o que ajudou a evitar uma dor ainda mais intensa no estômago, que pode durar até 14 horas.

*Via R7



Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.