“LEI DA BÍBLIA”: PREFEITO DE TERESINA SANCIONA LEI QUE OBRIGA ALUNOS A LEREM A BÍBLIA ANTES DE ENTRAREM NA SALA E GERA REVOLTA

“LEI DA BÍBLIA”: PREFEITO DE TERESINA SANCIONA LEI QUE OBRIGA ALUNOS A LEREM A BÍBLIA ANTES DE ENTRAREM NA SALA E GERA REVOLTA

José Pessoal Leal (MDB), prefeito de Teresina surpreendeu a todos com uma decisão um tanto quanto polêmica, ao decretar que professores tem a obrigatoriedade de ler a bíblia com os alunos nas escola. Além disso sugere que a leitura seja feita no início das aulas.

Embora que a decisão seja optativa e ficar a critério dos proprietários de escolas particulares, e diretores de escolas públicas, a decisão de aderir ou não a prática em seus centros educacionais. Contudo, causou revolta por parte de entidades e pais de alunos.

A lei  sancionada entra em vigor durante o ano letivo de 2021.

“LEI DA BÍBLIA”: PREFEITO DE TERESINA SANCIONA LEI QUE OBRIGA ALUNOS A LEREM A BÍBLIA ANTES DE ENTRAREM NA SALA E GERA REVOLTA

Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos do Brasil (ATEA) juntamente com o TJ-PI, entraram com uma ação direta de inconstitucionalidade.

Desta forma, Thales Bouchaton, advogado da ATEA,  afirma que o estado deve ser neutro em critérios religiosos.  Ressalta que houve violação na constituição por parte da lei sancionada.

Assim como as entidades, os pais não cristãos, dos quais os  filhos estudam no sistema de ensino do município, também criticaram a decisão do prefeito. Do mesmo modo, a umbandista e mãe de uma de uma aluna, Tarciana Freire, apoia a avaliação do advogado e confirma  a lei como discriminatória. Para Taciana, a lei terá o intuito de gerar problemas.

Apesar de, ser uma decisão polêmica, não é um caso isolado. Em outras cidades, projetos de lei propõe as mesmas propostas.

LEIA:

+Ford anuncia fechamentos de todas as fábricas no Brasil

+Vacina produzida no Butantan apresenta eficácia e uso emergencial é solicitado   

+Zezé di Camargo e Zilu Godói celebram aniversário do neto

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *