Miliciano é solto porque Justiça mandou decisão de prisão para email errado | TN Sul

0

O homem apontado como braço direito do miliciano Zinho, Peterson Luiz de Almeida, conhecido como Pet, saiu pela porta da frente do presídio José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio, no domingo, 29.

Em nota, a Seap (Secretaria da Administração Penitenciária) disse que, diferentemente do que foi informado pela Justiça, não foi notificada a conversão da prisão temporária para preventiva.

A confusão teria acontecido porque a decisão de manter Pet preso teria sido enviada a um email da secretaria que está desativado há cinco anos.

A Seap informou ainda que já havia alertado a Justiça sobre a situação do prazo da prisão de Pet, devido ao seu histórico e à relação criminosa com os ataques sofridos pela cidade recentemente.

Pet havia sido preso no dia 30 de agosto, há dois meses, em uma ação da Polícia Federal no Rio. Ele foi identificado como uma das principais lideranças da milícia de Zinho, que atua na zona oeste da cidade.

Na ocasião, o mandado de prisão temporária foi expedido pela 1ª Vara Especializada em Organização Criminosa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. 

*Via Portal R7

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.