Mulher vai a hospital com dores e descobre que está grávida de 9 meses | TN Sul

0

Em Caçapava, no interior de São Paulo, uma mulher foi a um hospital por causa de dores no estômago e descobriu que estava grávida de nove meses. O caso aconteceu no início de agosto, e o menino Henry nasceu alguns dias depois.

Após descobrir a gestação, a mãe precisou ser encaminhada às pressas para a maternidade mais próxima, na cidade de São José dos Campos.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, Yasmim Berti contou que a prima Cintya Rosana Leonel Oliveira, de 22 anos, não teve nenhum sintoma de gravidez e ficou chocada quando descobriu que esperava mais um filho.

Em outra gravação, que já acumula mais de 4 milhões de visualizações, Cintya Rosana aparece deitada na cama ao lado do berço do bebê. “Minha prima tentando entender que foi para o hospital com dor de estômago e vai sair de lá com um novo CPF em mãos”, brincou Yasmin. 

Em entrevista ao R7, Cintya contou que levou uma “vida normal” nos últimos nove meses, sem suspeitar da presença do bebê. “Eu bebi, fiz tatuagem. Eu trabalho em um mercado, então passei todo esse tempo carregando caixas pesadas para cima e para baixo. Eu nunca suspeitei”, diz.

Depois de todo esse tempo sem saber o que acontecia com seu corpo, Cintya sentiu uma pressão muito forte na região da barriga e começou a vomitar. Ela e a mãe foram correndo ao pronto-socorro da cidade. Lá, o médico pediu que fosse feito um teste de gravidez.

“Eu fiquei paralisada na hora que ele disse isso. Não podia ser, não fazia sentido nenhum. Quando vi que o teste deu positivo, eu comecei a chorar. Fiquei desesperada”, disse. 

A princípio, o pai da criança não acreditou na ex-namorada. Mas a conta bateu com o período em que estiveram juntos. O casal terminou o relacionamento quando Cintya já estava grávida de dois meses de Henry, que nasceu no dia 7 de agosto.

Cintya, que teve o primeiro filho em setembro do ano passado, contou que os dois períodos gestacionais foram completamente diferentes.

“Na primeira gravidez, a do Ravi, eu tive todos os sintomas e ia praticamente toda semana à maternidade porque eu passava muito mal. Na do Henry, eu não tive nada, não senti nada, nenhum sintoma”, diz.

Como tinha feito uma cesariana recentemente, não seria possível ter o bebê por parto normal. “A enfermeira me disse que foi Deus eu ter sentido a dor e não ter entrado em trabalho de parto logo de cara. Se isso tivesse acontecido, ia rasgar a costura da minha cesárea”, relata.

A mãe teve uma semana para se preparar para o parto. Nesse tempo, a família fez um chá de bebê de surpresa e deu tudo o que o recém-nascido iria precisar nos primeiros dias de vida. “Foi tão de repente, e eu não tinha nada. Não tinha nem fralda para o meu filho. Minha família se uniu e me ajudou muito”, conta. 

Apesar do susto, Cintya diz estar “mais do que feliz” com a chegada de Henry e que ele veio com muita saúde. Agora, ela já leva a situação com mais leveza e brinca: “Mulheres, cuidado com a dor de estômago, pode ser um bebê”.

*Via Portal R7

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.