Onda de calor leva temperaturas ao extremo no Hemisfério Norte | TN Sul

0

Nos últimos dias, foi registrada a temperatura média recorde na história das medições no planeta Terra. A taxa por mortalidade do calor já é alta em países como México e Estados Unidos. No hemisfério Norte, as temperaturas estão altas – mais de 35 graus de temperatura na China, 50 graus em países africanos: tudo isso sem que o El Niño tenha alcançado o auge. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) indicam mais de 90% de probabilidade do fenômeno El Niño se manifestar até, pelo menos, o final de 2023. O fenômeno chamado de efeito acoplado começa com o aquecimento ou resfriamento na região do Oceano Pacífico Equatorial. Esse aquecimento altera os padrões atmosféricos, afetando o clima em várias partes do mundo.

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.