Radares eletrônicos são instalados para testes em Criciúma | TN Sul

0

Criciúma
Edson Padoin
cidades@tnsul.com

Trânsito e Transportes de Criciúma (DTT) anunciou a instalação de radares de teste para avaliação da tecnologia de fiscalização nas avenidas Gabriel Zanette e Centenário. Essa iniciativa tem como objetivo preparar o município para a futura implementação de um novo sistema de fiscalização eletrônica, cuja licitação foi recentemente concluída.

Conforme o diretor da DTT, Gustavo Medeiros, esses radares de teste estão sendo implantados para avaliar a tecnologia apresentada pela empresa vencedora da licitação, a Focalle Engenharia Viária, que já opera os equipamentos de fiscalização eletrônica na cidade. Medeiros ressalta que a atual concessão desses serviços vai até fevereiro de 2024, e a fase técnica de implementação dos novos equipamentos visa garantir que atendam às normas exigidas no processo licitatório.

“Esses radares são apenas para testes. Estamos na fase técnica e a empresa vai apresentar os equipamentos e a tecnologia que serão utilizados em 2024. Isso é fundamental para assegurar que tudo esteja em conformidade com as normas estabelecidas”, afirmou o diretor.

Durante o período de teste, que abrangerá os próximos dez dias, nenhum motorista será multado caso cometa alguma infração nas áreas em que os radares estão instalados. Placas serão colocadas para informar os motoristas. Atualmente, Criciúma conta com 127 faixas com aproximadamente 52 equipamentos de fiscalização eletrônica em operação na cidade. Os aparelhos desempenham um papel no controle de velocidade, prevenção de avanço de sinal e na garantia da segurança nas faixas de pedestre.

Números de infrações

De acordo com dados divulgados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Criciúma registrou no ano passado 147.911 infrações. Já em 2023, 101.199 multas foram aplicadas até o momento, estando na 6ª posição entre os municípios que mais geraram infrações em Santa Catarina.

Quando a lista é especificada por um tipo de infração, a capital do carvão fica em segundo lugar no Estado em duas situações: dirigir o veículo manuseando/segurando o celular (7.628) e deixar de usar o cinto de segurança (7.609).

Em relação à natureza das infrações, Criciúma fica em quarto lugar nas multas gravíssimas. A cidade registrou, apenas neste ano, 25.889 infrações. Já graves foram 17.068.

Confira mais matérias completas na edição desta quarta-feira, dia 20, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Source link

Leave A Reply

Your email address will not be published.