“Vai se entregar sem pressão da policia” diz melhor amigo do Serial Killer do DF

“Vai se entregar sem pressão da policia” diz melhor amigo do Serial Killer do DF

O melhor amigo de Lázaro, que conviveu com ele durante toda sua infância e adolescência na Bahia, Jorcilei Rosa Sales, de 35 anos, falou sobre as buscas que contam com mais de 200 policiais na região de Girassol, distrito de Cocalzinho (GO). Jorcilei trabalhou com Lázaro em Goiás e afirmou que para ele o mato é como se fosse sua casa, conhece cada canto. 

Ainda assim, Jorcilei  falou que na região citada existem poucas árvores frutíferas, como pés de mamão, laranja e romã, além de ervas e palmas, cacto característico do Nordeste brasileiro.

“Ali é muito pequeno para ele; não tem dificuldade nenhuma. É como se ele estivesse dentro de uma casa. Ele é esperto, tem artimanha. Mas isso não quer dizer que seja feitiçaria”, revela Jorcilei, que assim como toda a família nega que Lázaro tenha ligação com rituais satânicos. 

“Vai se entregar sem pressão da policia” diz melhor amigo do Serial Killer do DF

Além disso,  relatou que acredita que Lázaro não esteja mais na mata em Girassol, mas sim já na cidade. Segundo Jorcilei, ele também acredita que o criminoso irá se entregar, mas não agora, não com 200 policiais procurando por ele. Mas, a demora é a poeira baixar para ir até uma delegacia e se entregar, sem nenhuma força policial.

Por fim, assegurou que conhece Lázaro e que o mesmo se entregará quando se cansar, sem que nenhuma autoridade o coloque pressão

“Na hora certa, ele vai a uma delegacia. Vai se entregar sem arma na mão, sem mochila; vai de boa. O tempo de se entregar, quem manda é o cansaço. No dia em que ele estiver exausto, cansado e abatido, vai se entregar, sem precisar usar nenhuma força policial”, concluiu 

LEIA MAIS NOTICIAS EM:

Num Porta-Malas? Possível plano de Lázaro deixa até os mais experientes policiais de boca aberta

Urgente: Morador encontra Lázaro e lugar onde ele estava deixa todos sem acreditar, Policiais fazem cerco para capturá-lo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *